Territorio Havaianas
Login:

O BRASIL DE RICARDO NEGRO, A COR DAS FAVELAS

Retratar o que já é belo de forma bela é relativamente simples de se fazer. Basta escolher uma bonita paisagem natural, um deslumbrante pôr-do-sol ou um objeto que gostamos, o resto vem naturalmente. Por outro lado, o que é difícil, e que requer um certo toque mágico, é saber ver a beleza que se esconde onde o comum dos mortais só vê vulgaridade, algo sem brilho ou desprezível.

Desde o príncipio, que um dos objetivos da Havaianas é tornar-se na embaixadora do espírito brasileiro, levando até aos quatro cantos do mundo a sua música, a sua essência, as suas tradições, a sua filosofia de vida, a sua cultura e, claro, a sua arte. Esta não é a primeira vez que a marca de chinelos mais famosa do planeta colabora com artistas locais para dar a conhecer o seu trabalho e a forma como estes veem o seu país natal. Desta vez, o escolhido foi Ricardo Negro, um jovem street artist brasileiro de raro talento, que há anos luta para fazer ver beleza onde todos só veem pobreza. Ricardo consegue desmistificar alguma da impopularidade sobre as favelas (bairros marginais que crescem em torno das grandes cidades brasileiras) e expor o submundo com cor, alegria e felicidade que nelas existe. Onde a maioria só vê marginalidade, miséria e violência, os olhos e o pincel de Ricardo Negro veem um universo muito mais aprazível, repleto de sensualidade, sorrisos e diferentes tonalidades.
Territorio Havaianas Blog - Ricardo Negro
A veia artística de Ricardo Alves da Silva Miranda vem do lado do seu pai, fotógrafo, que durante mais de uma década se dedicou a retratar o mundo que o rodeava, transmitindo a Ricardo o seu amor à arte. Pouco a pouco, o jovem foi descobrindo o seu estilo, mais próximo do movimento Street Art. Foi em 2004, com o graffiti, que deu os seus primeiros passos enquanto artista. Cinco anos mais tarde, licenciou-se na Faculdade de Artes Visuais. Desde então, autointitula-se arteiro.

Foi aí que começou a sua análise exaustiva das favelas, uma observação das singularidades destes mundos suburbanos com base nas vivências do quotidiano e nas suas particulariedades arquitectónicas. Ricardo interessa-se tanto pelos habitantes das favelas como pela vida que levam e pelos espaços que ocupam: casas, ruas, edifícios, fachadas e bairros. O artista estuda as periferias do Rio de Janeiro, de São Paulo e da Baía, entre outros. Com inspiração nos grandes Modigliani, Bosch, Diego Rivera, Nelson Screnci, conseguiu contruir o seu próprio universo, no qual a cor e a alegria de viver se impõem à noite escura da marginalidade.
Esta colaboração entre a Havaianas e Ricardo Negro traduz-se numa coleção composta por três desenhos que espelham o estilo único e inconfundível do artista, einfluenciado pelos detalhes característicos do Cubismo da Pop Art, a que Negro junta o seu desejo de honrar o legado dos seus antecessores. Tons quentes, linhas simples e explosões de cor – assim é o Brasil de Ricardo Negro.

Fica a saber mais sobre esta colaboração e leva a arte nos pés!

Post relacionado